Arquivo da tag: Royalty-free

Cultura digital é cultura livre!

Zarpante acredita que arte e cultura, devam ser acessíveis por todos! Longe de nós querer tirar o pão de cada dia do artista criativo, mas ao mesmo tempo temos certeza que quanto mais pessoas tiverem acesso a cultura de modo geral, mais sólidas serão as fundações de nossas nações! Pensamos também que os próprios artistas tem muito a ganhar com visibilidade e que quanto mais pessoas tiverem acesso a suas obras, melhor será, tanto para a carreira dos artistas quanto para a sociedade!

Por isso mesmo resolvemos compartilhar com vocês algumas pérolas legalmente gratuitas e disponíveis na net!

1- Jamendo:

  É um site francês de distribuição de músicas licenciadas sob Creative Commons. Nesse site artistas podem disponibilizar material gratuitamente, e usuários podem acessar legalmente à obra!              São mais de 50 mil albums de tipos variados! Vale a pena conferir!

2- Museu Virtual – Santos Cultural:

“O município de Santos, juntamente de seus vizinhos Guarujá, São Vicente e Cubatão, abrange um território que traz uma extensa história de ocupação humana, que recua pelo menos 4.500 anos atrás. Os vestígios indígenas estão relacionados a diferentes grupos que se desenvolveram na região, ao longo do tempo, com destaque para as sociedades construtoras de sambaquis (grandes amontoados de conchas de dimensões às vezes monumentais), os mais antigos ocupantes da área, e os grupos de língua Tupi, que tiveram contato com os primeiros colonizadores europeus que ali chegaram, já no século XV de nossa era. A partir daí a Baixada Santista inicia uma sequência de eventos relacionados aos diferentes processos históricos de colonização e formação da sociedade nacional, tendo participado ativamente nos macro-ciclos econômicos do país. Hoje, Santos é o principal porto da América Latina.

Todas estas ocupações humanas deixaram grande quantidade e diversidade de vestígios físicos, na forma de sítios arqueológicos e bens históricos diversos. Por outro lado, também moldaram e transformaram o próprio espaço físico regional, conferindo-lhe um perfil único e indissociável. São exemplos desse processo a construção de sambaquis, que formavam morrotes artificiais no relevo da Baixada desde 4.500 anos atrás; a retirada dos outeirinhos para dar lugar à ampliação do espaço urbano de Santos, no início do século XX; e, mesmo, a construção do próprio Porto Organizado de Santos através de uma série de retificações e aterros que ganharam espaços junto ao mar, do século XIX até os dias atuais.

No desenvolvimento de pesquisas relacionadas a melhorias no Porto de Santos sob responsabilidade da CODESP, objeto do Museu Virtual de Santos (as Obras do Sistema Viário da Margem Direita do Porto de Santos), a cidade é considerada como um “Complexo Cultural/Arqueológico”, ou ainda, um Porto Vivo, pois a cidade deve grande parte de seu desenvolvimento e esplendor ao mar. No tratamento desta complexidade, o conhecimento das personas que tomaram parte na construção dessa história são elementos fundamentais. Diferentes comunidades foram integradas às pesquisas durante estes três anos de trabalho, tiveram participação ativa no seu desenvolvimento e registram, ao longo das páginas que seguem, suas contribuições e percepções.

Sendo assim, o século XXI e o mundo estão passando por grandes transformações, desde a fantástica fábrica de tecnologias às mudanças ambientais, sociais e econômicas. Novas idéias e novos conceitos surgindo a todo o momento, particularidades sem tamanho. Novas preocupações, que o ser humano volta e meia nos séculos torna a priorizar. A cultura, o patrimônio, as artes e essa vaga noção de grandiosidade do ser humano estão tomando forma neste século. A velha pergunta “De onde viemos?” Reflete a alma humana como nunca.

E uma das mais antigas formas de armazenar cultura através dos tempos, também sofreu mudanças. O Museu transformou-se e adquiriu múltiplos significados, aproveitando as novas tecnologias para aprimorar suas várias áreas e a inevitável transferência de conhecimento.

Com exposições cibernéticas e acervo virtual, o Museu foi potencializado com atividades onde todos podem interagir e ter grande abrangência do Patrimônio Cultural. As distâncias entre mero expectador e objeto museal foram diminuídas, privilegiando a comunicação e garantindo significados sociais completamente dinâmicos.

Desta forma, nós apresentamos a vocês o Museu Virtual, que importa pressupostos da Arqueologia Colaborativa/ Arqueologia Pública para a Web, a fomentar conhecimento, sustentabilidade, inclusão social, juntamente com a própria conscientização e valorização do Patrimônio do nosso Brasil.” Fonte: site do Museu Virtual

3- iStockphoto:

Para quem trabalha com, ou gosta de, fotos, áudio, vídeo, ilustrações e animações …..

 

“Trabalhos escolares, dissertações académicas, matérias jornalísticas, publicações em redes sociais e tantos outros tipos de material necessitam de fotos e ilustrações em alta qualidade. Contudo, encontrar um banco de imagens que seja capaz de comportar um grande número de arquivos e com licença Royalty Free não parece tarefa simples, mas é. O site iStockphoto disponibiliza material novo semanalmente e o melhor: sem custo.

Em 2000, Bruce Livingstone precisou encontrar outra maneira de armazenar as muitas fotos que possuía em caixas de CD. Hoje, a solução que ele encontrou pode parecer simples e banal, mas naquela época foi essencial para que muitos profissionais se beneficiassem do material coletado. Dentro do website, batizado de iStockphoto, imagens era disponibilizadas gratuitamente.

Além de ter os trabalhos divulgados sem nenhum custo, fotógrafos e webdesigners tiveram a chance de vender suas criações. Quem estiver na busca por vídeos, áudios e animações em flash também encontra material disponível na página. Diferente das fotos, estes são postados mensalmente.

Para fazer o download das fotos gratuitas é precisar criar um login no site. O registro pode ser feito neste link. Importante ressaltar que o primeiro registro é o do email, em seguida, quando o download da foto for solicitado, é preciso realizar o cadastro pessoal ou empresarial.”

Fonte: Catraca Livre

Bom proveito pessoal!

 

 

Etiquetado , , , , ,

Trabalha com música?

Se trabalha com música este post é para você!

Iremos listar aqui diversos sites que disponibilizem sons para download, sob licenças abertas, ou gratuitos..
Poderão encontrar diversas músicas, samples, soundfonts e efeitos sonoros para, por exemplo, usar como uma trilha sonora para o seu filme sem precisar pagar direitos autorais.

ATENÇÃO
.Fique atento às licenças referentes à cada conteúdo, pois nem todas permitem uso comercial da obra.

. Note que muitas licenças determinam que a obra derivada esteja disponível sob a mesma licença ou outra compatível.

. Lembre-se de dar o crédito das obras que você utilizar. Isso é uma questão de respeito e também está previsto na grande maioria das licenças.

Os links encontrados na página da Creative Commons:

Creative Commons

Creative Commons (Photo credit: jorgeandresem)

Etiquetado , , , , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: