Arquivo da tag: Portuguese language

Apoie o cinema de língua portuguesa!

Hoje em dia, com a presença da internet, cada vez menos pessoas pagam para ver um filme. Quem nunca assistiu a um filme baixado pela internet? A questão é que se continuarmos a fazer unicamente isso, cedo ou tarde os filmes e quem trabalha com isso, vão precisar parar por não receberem pelo que fazem.

530528_10151610960811402_1001397946_n

Nesse sentido, o cinema de língua portuguesa, ainda menos contemplado nas salas que o cinema hollywoodiano, precisa mais do que nunca da ajuda de todos os cinéfilos!

O Fundo de Apoio ao Cinema funciona como um instrumento complementar de apoio à produção de filmes portugueses ou de outros países da comunidade lusófona (CPLP), ao qual apenas se podem candidatar projectos de filmes que não obtiveram nenhum subsídio público de relevo, embora possam ter obtido outros apoios ou financiamentos.

Criado em 2011, tem vindo a consolidar a sua actuação, quer pelo aumento do número de candidaturas, quer pela adesão de novos parceiros a cada edição.

O número de candidaturas desta 3.ª edição do Fundo de Apoio ao Cinema superou o número da edição anterior. Este ano foram contabilizadas 65 candidaturas, 58 das quais foram aprovadas. A origem dos projectos é maioritariamente portuguesa, havendo 4 oriundos do Brasil e 1 de Angola.

Para saber mais sobre o projeto organizado pelo Festival de cinema Indie Lisboa, e principalmente, para contribuir, cliquem aqui!

Vejam também:

– A Internet serve para muito mais do que apenas dar “likes” e “retweets”

Etiquetado , , , , , , , , , , ,

FESTLIP 2013: teatro das terras de língua portuguesa

Prestigie o teatro de língua portuguesa!

Screen shot 2013-08-22 at 1.09.55 PM

Programação do FESTLIP 2013:

Screen shot 2013-08-22 at 1.02.44 PM

Screen shot 2013-08-22 at 1.02.54 PM

“O FESTLIP chega a sua 5ª. Edição em 2013 consolidando o movimento pioneiro e de âmbito internacional criado em 2008, pela atriz e produtora Tânia Pires, de intercâmbio do teatro entre os 08 países da CPLP – Comunidade dos Países da Língua Portuguesa: Brasil, Portugal, Moçambique, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Timor Leste e São Tomé e Príncipe , que envolve os 04 continentes.

Realizado pela TALU PRODUÇÕES é um iniciativa da sociedade civil, com grande importância no papel social, educacional e cultural do Brasil, país que hoje possui 80% dos falantes da nossa língua. O FESTLIP mobiliza todo o universo artístico da língua portuguesa, o que projeta e fortalece o nosso idioma, se valendo das características comuns e diversas de cada país, agregando valores às suas histórias culturais e sociais. O festival conquistou o reconhecimento mundial como um evento de grande fomento às artes cênicas, e também de formação dos atores dos países participantes, além da interação e enriquecimento do processo criativo no teatro.

O FESTLIP reúne uma programação de espetáculos internacionais distribuídos por diversos teatros da cidade do Rio de Janeiro, vitrines culturais do nosso país. Paralelamente, o evento se enriquece com exposição, palestras, debates, show musical, mostra gourmet, lançamentos literários e oficinas,oferecendo um leque completo de atividades culturais relacionadas ao tema. No final da temporada um espetáculo revelação é eleito por voto popular. Toda programação conta com ingressos populares, por compreender que o acesso ao conhecimento da cultura histórica da língua portuguesa é um patrimônio público.

O evento homenageia ainda todo ano uma personalidade que influencia o teatro da língua portuguesa. Em 2011, o FESTLIP – homenageou a Cia. de Teatro/Dança de Cabo Verde, Raiz di Polon, por sua contribuição em 20 anos de carreira. Em 2010, o festival rendeu-se ao talento de um dos maiores ícones do teatro português, a atriz Maria do Céu Guerra. Em 2009 o foi a vez do escritor e dramaturgo moçambicano, Mia Couto e em 2008, a atriz brasileira, Maria Fernanda. Nesta 5ª. Edição homenageia o renomado dramaturgo e diretor angolano, José Mena Abrantes.” Fonte: site oficial do FESTLIP

Etiquetado , , , , , , , , , ,

Oncotô?

Conhece o programa Oncotô?, da TV Brasil?

logo-tv-brasil-2010“Série que aprofunda a investigação sobre os diversos caminhos da formação do Brasil, por meio do olhar do artista Jorge Mautner, e tem como destino a Região Sul do Brasil.

É o próprio músico quem conduz o telespectador nessa viagem, com a ajuda dos emissários Julia Barreto e Vicente Amorim.  São 40 episódios que mostram um Sul nunca antes visto, que vai além dos clichês e das fronteiras físicas. A linguagem do programa busca o tempo de cada pessoa entrevistada, com um olhar delicado sobre o modo de vida de cada uma delas. A estética busca o sentimento, assim como a iluminação natural de cada lugar. A partir do encontro entre a sabedoria popular e a erudita, Oncotô? – Expedição Sul’discute os momentos cruciais da formação do povo brasileiro, mostrando desde os  pelos primeiros habitantes dessas terras até às formas como se vive hoje, acentuadas pelos avanços da ciência e pelo acúmulo de histórias.”

Como Zarpante curtiu muito a série, iremos compartilhar aqui a playlist Youtube em que separamos alguns episódios para vocês

Fonte: Site oficial (demais episódios aqui)

Veja também:

O ROTEIRO DE MARTIM SOARES MORENO  conta a história de meio século de lutas pela restauração do Brasil, entre 1604 e 1654.

Etiquetado , , , , ,

A origem da palavra “fetiche”

Mais um legado português para o mundo!

Candido Portinari  Fetiche Obra desaparecida, estipulada em 500 mil reais.

Candido Portinari
Fetiche
Obra desaparecida, estipulada em 500 mil reais.

“Um fetiche (do francês fétiche, que por sua vez é um empréstimo do português feitiço cuja origem é o latim facticius “artificial, fictício”) é um objeto material ao qual se atribuem poderes mágicos ou sobrenaturais, positivos ou negativos. Inicialmente este conceito foi usado pelos portugueses para referir-se aos objetos empregados nos cultos religiosos dos negros da África ocidental. O termo tornou-se conhecido na Europa através do erudito francês Charles de Brosses em 1757.”

Fonte: Wikipédia

9fc8729bc856f1eaf7c3da6a3538f77a

O fetiche é uma espécie de obsessão por alguma coisa, uma situação, pessoa, ou parte da pessoa. Uma atração ou fixação incontrolável que dá origem a um prazer intenso. Nem todo fetiche está diretamente ligado à prática sexual.

“Veja-se o caso curioso das palavras feitiço e fetiche. Ambas, segundo o Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa, de Antônio Geraldo da Cunha, são provenientes do latim facticiu(m), que significa artificial, não natural. A forma portuguesa feitiço tem sua evolução natural, a partir da vocalização do c, da assimilação do a ao i, a mudança da seqüência –ciu em –ço. Já fetiche, informa-nos A.G.Cunha, é palavra francesa proveniente do português feitiço. Depois de ter contribuído, portanto, para a criação da palavra francesa fetiche, o português recorre ao francês para tomar-lhe emprestado o termo fetiche, que tem traços semânticos que a aproximam de feitiço, mas desta se diferencia por necessidade de especialização semântica.

Além do aspecto semântico e formal, há que se verificar ainda, se possível, em que século ou ano a palavra ingressou na língua. Para feitiço, por exemplo, A.G.Cunha nos informa que sua datação é do séc. XV. Já fetiche aparece registrada pela primeira vez apenas em 1873.

Verifica-se, assim, que, freqüentemente, é possível não só traçar a evolução de uma palavra, determinar-lhe a etimologia, mas também saber-lhe o trajeto cronológico. E com a história da palavra caminha também a história do homem, da sociedade.”

Fonte: A Etimologia, um estudo que encanta – Miguel Barbosa do Rosário (UFRJ e UNESA)

2qwkl7t

Vejam também:

– A poesia do Marinheiro

– Paz no Futebol 

Etiquetado , , , , ,

Evolução da procura pelo crowdfunding

Pesquisamos o termo Crowdfunding no Google. O resultado pode ser conferido abaixo:

Buscas e interesse pelo termo Crowdfunding de 2004 a 2013.

Buscas e interesse pelo termo Crowdfunding de 2004 a 2013.

Buscas e interesse pelo termo Crowdfunding nas diferentes regiões do mundo.

Buscas e interesse pelo termo Crowdfunding nos diferentes países do mundo.

Buscas e interesse pelo termo Crowdfunding nas diferentes regiões do mundo.

Buscas e interesse pelo termo Crowdfunding nos diferentes países do mundo.

Buscas e interesse pelo termo Crowdfunding nas diferentes cidades do mundo.

Buscas e interesse pelo termo Crowdfunding nas diferentes regiões do mundo.

Buscas e interesse pelo termo Crowdfunding nas diferentes cidades do mundo.

Buscas e interesse pelo termo Crowdfunding nas diferentes cidades do mundo.

Descubra o Crowdfunding e suas múltiplas utilidades no site Zarpante!

Divulgue internacionalmente suas atividades e seus projetos para receber apoios de pessoas em todas essas cidades e em diversos países, graças a uma língua comum, e a milhares de pessoas que falam português espalhadas pelos quatro cantos do mundo!

 

Também sobre o tema do Crowdfunding:

– Vocabulário Crowdfunding!

– Crowdfunding = trabalho (+) atitude (+) perseverança (-) braços cruzados.

– Como melhorar seus vídeos!

Etiquetado , , , , ,

Prêmio Luso-Brasileiro de Dramaturgia Antônio José da Silva / 2013

INSCRIÇÕES ABERTAS DE 12 DE MARÇO A 26 DE ABRIL DE 2013

images2

A Fundação Nacional de Artes e o Instituto Camões de Cooperação e da Língua Portuguesa, de Portugal, lançaram, no dia 12 de março de 2013, a sétima edição do Prêmio Luso-Brasileiro de Dramaturgia Antônio José da Silva.

O edital estabelece premiação no valor de 15 mil euros para o autor da obra vencedora.

Podem concorrer cidadãos brasileiros ou estrangeiros naturalizados, com um ou mais textos originais, em língua portuguesa, não editados e não encenados.

O objetivo do Prêmio é impulsionar a escrita dramática em todos os gêneros, reforçar as parcerias de desenvolvimento e cooperação cultural entre Brasil e Portugal e incentivar o surgimento de novos autores. As inscrições estarão abertas de 12 de março a 26 de abril de 2012.

Os textos brasileiros serão selecionados por uma comissão brasileira de especialistas e, as obras portuguesas, por uma comissão de Portugal. De acordo com o edital, a seleção dos projetos ocorrerá em duas etapas. Na primeira, serão escolhidos oito textos: quatro do Brasil e quatro de Portugal. A avaliação final será feita pelas duas comissões, através de uma videoconferência. Após cumprido todo o processo seletivo previsto no edital, a obra premiada será editada nos dois países.

Prêmio Luso-Brasileiro de Dramaturgia Antônio José da Silva / 2013

Realização
Brasil: Fundação Nacional de Artes – Funarte
Portugal: Camões – Instituto de Cooperação e da Língua, I.P.

Mais informações: teatro@funarte.gov.br

Acesse aqui o edital

Acesse aqui ficha de inscrição

Etiquetado , , , , , , , , , ,

4 dias para ter uma Ideia de Origem Portuguesa

Estamos sempre falando dos falantes da língua portuguesa e de como estão espalhados pelo mundo! Por isso mesmo, é simplesmente fantástico para Zarpante, encontrar portugueses que pensam como nós!

O que é?

“É uma iniciativa sua e da Fundação Calouste Gulbenkian na área do empreendedorismo social.

É um desafio a todos os Portugueses na diáspora que têm ideias, talento e vontade de fazer mais e melhor . É uma convocatória a todos os que, apesar da distância, desejam participar na construção de Portugal, através de uma cidadania ativa, envolvente e participativa. Ideias de Origem Portuguesa é um concurso para encontrar e promover projetos nas áreas do Ambiente e Sustentabilidade, Inclusão Social, Diálogo Cultural e Envelhecimento.”

Como funciona?

O Ideias de Origem Portuguesa é um concurso com uma mecânica simples.

Para participar, basta ter vontade de implementar um bom projeto de inovação social e já agora ler o regulamento.
Juntar uma equipa de 3 pessoas que inclua pelo menos um português ou lusodescendente residente no estrangeiro.
Ter um discurso poderoso e convincente, fazer um vídeo com o mesmo.
Depois passar a palavra e manter as pessoas atualizadas e envolvidas e promover o debate. A sua ideia irá ganhar com a contribuição de todos.

Mande já sua ideia!

Etiquetado , , , , , ,

Viva o cinema de língua portuguesa!

O cinema é uma das artes mais importantes, quando se trata de retratar as diferentes culturas. A língua portuguesa, com suas diversas culturas, está cada vez mais bem representada por profissionais da sétima arte!

images

Vamos dar abaixo alguns exemplos de filmes e curtas para todos os gostos:

– Começamos com a portuguesa Regina Pessoa e seus curtas (um deles premiado no Festival de Animação de Hiroshima):

Em seguida, compartilhamos o trailer do filme “A última vez que vi Macau”, dos portugueses João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata ( filme distinguido em Locarno,  Suíça):

– Continuamos com o filme brasileiro “2 Coelhos”, de Afonso Poyart:

SINOPSE
Edgar (Fernando Alves Pinto) encontra-se na mesma situação que a maioria dos brasileiros: espremido entre a criminalidade, que age impunemente, e a maioria do poder público, que só age com o auxílio da corrupção.
Cansado de ser vítima dessa situação, ele resolve fazer justiça com as próprias mãos e elabora um plano que colocará os criminosos em rota de colisão com políticos gananciosos.
Na medida em que o plano de Edgar é executado, descobrimos pouco a pouco suas reais intenções e sua história, marcada por um terrível acidente e um amor que ele jamais esqueceu. ‘2 Coelhos’ é um enigmático suspense de ação, onde cada minuto vale mais que todo o passado.

– Para quem gosta de sentir medo, sugerimos o curta S.C.U.M, do português Pedro Rodrigues:

S.C.U.M. PRIMEIRA PARTE from s.c.u.m. on Vimeo.

S.C.U.M. SEGUNDA PARTE. from s.c.u.m. on Vimeo.

– Depois disso, acalmemos as almas com a bela animação de Pedro Vaz, Miguel Coelho, Mário Dinis e Eduardo Nunes:

O Direito à Infelicidade from Nefasto on Vimeo.

– Para finalizar, que tal um curta sobre Luanda?

Caso se tenha interessado, e/ou gostado de pelo menos algum destes filmes, entre já no site Zarpante e contribua para o projeto FESTin ( Festival Itinerante do Cinema de Língua Portuguesa)! Ao contribuir para o projeto, você estará ajudando os profissionais do cinema de língua portuguesa! Afinal, se hoje em dia encontramos gratuitamente quase todos os filmes graças à internet, e isso é muito bom para nós do público, que queremos descobrir novos filmes, não podemos esquecer que as pessoas que produzem, dirigem, actuam nos filmes, precisam, de uma maneira ou de outra, ser remuneradas, para que possam continuar fazendo esses lindos trabalhos, que nos fazem viajar sem ter que sair do sofá…

Clique aqui e contribua para o projeto FESTin no site Zarpante: sua contribuição é importantíssima, e você ainda ganha recompensas exclusivas!

– Sobre o mesmo assunto.

Longa Metragens em competição no FESTin 2013!

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa

CartazA3-FESTIN2013

“Estão abertas as inscrições para a Seleção Oficial Competitiva de Cinema de Expressão Portuguesa (curtas e longas-metragens) do FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa. O prazo máximo de submissão das inscrições é 31 de dezembro de 2012

O FESTin regressa ao Cinema São Jorge, em Lisboa, de 3 a 10 de abril de 2013. Nesta 4ª edição, o festival homenageia a cinematografia angolana.

Lembramos que a partir deste ano, dentro da sua programação, o FESTin passa a realizar a Mostra de Cinema Brasileiro, anteriormente produzida pela Fundação Luso-Brasileira.

Em 2012, durante os oito dias em que decorreu, o FESTin teve um público de 4.900 pessoas, entre espetadores e participantes nas oficinas, exposição e festas. Foram apresentados 80 filmes nas duas salas do Cinema São Jorge.

Em 2011 o festival durou seis dias, exibiu 78 produções dos oito membros da Comunidade de Países da Língua Portuguesa, que foram vistas por mais de 3.000 espetadores.

O FESTin foi criado em 2010 com o objetivo de celebrar e fortalecer a cultura de expressão portuguesa através do cinema, num ambiente de partilha, intercâmbio e inclusão social. O festival é organizado pela Padrão Actual, em coprodução com a Fundação Luso-Brasileira e a EGEAC – Cinema São Jorge.

Inscrições de filmes: até 31 de Dezembro de 2012″

Regulamento do FESTin 2013
Clique aqui para descarregar a Ficha de Inscrição (em pdf)

Fonte: Site oficial do Festival

– Clique aqui e apoie o cinema de língua portuguesa!

Etiquetado , , , , , ,

Farofa com cozido

A farofa de hoje será servida com um belo cozido a moda portuguesa.

Para preparar essa bela mistura, vamos precisar de ingredientes luso-brasileiros!

– Antes de começar, para já ir entrando no clima, sugerimos que vista sua roupa de marujo gastrônomo e aperte play na música seguinte:

 

– Deixe de lado o “sabor das marés” e adicione desde já a única pitada africana que teremos nesta preparação. Diretamente de Angola:

Um lugar

Era um lugar no telhado da cidade
com
senhoras de olhos calmos
e moscas gordas.
um sino abençoou o silêncio.
uma nuvem roçou a igreja
cumprimentando árvores
velhos e
pássaros.
era um lugar onde as sombras
se afogam – náufragas
e regressavam ao mundo em silêncio – sobreviventes
dali
as pessoas emprestavam os pés às pombas
e elas roçavam os telhados
para cumprimentar as casas.
certa manhã
ali sentado
ouvi o sino falar.
não decifrei o murmúrio
[não tenho o dom da quietude]
mas embebi-me do essencial:
aquele era também um deslugar
– chão apropriado para repousar os dedos
e esperar uma formiga passar;
esperar a mordidela também
sabendo-me vivo
em corpo de sangue.
 
Ondjaki
– Em seguida abram alas para o ingrediente mais expressivo da farofa de hoje: um bamba do samba e um jovem MC nos presenteiam com hip-hop, samba, jazz e um pouco mais, nesta homenagem a tantos grandes artistas brasileiros.
– No que diz respeito ao cozido, comece por colocar na panela uma boa porção de Rua da Saudade cantando o poeta Ary dos Santos:
– Para finalizar, misture a farofa com seus ingredientes na frigideira enquanto leva ao forno o cozido com uma ultima pitada de um clássico infantil:

Zé Carioca 70 anos

A editora Abril lançará a revista comemorativa ZÉ CARIOCA 70 ANOS em dois volumes, o volume foi lançado no dia 29 de Outubro, com 308 páginas, com preço de R$16,00. O volume 2, será lançado no fim de novembro, e continuará a seleção cronológica de histórias e se encerrará com duas revistas brasileiras com histórias inéditas. No preview, destaque para os textos do jornalista Marcelo Alencar e para o cartunista Fernando Ventura que fez a restauração da revista.
“Sensacional esta edição comemorativa de 70 anos do Zé Carioca. Além da capa deslumbrante – verde espelhado e auto relevo ( desenho de Luiz Podavin e cores de Noriatsu Yoshikawa) – a equipe responsável conseguiu reunir todas as tiras dominicais do papagaio malandro publicadas entre 1942 e 1944 nos EUA ( finalmente com as cores originais) e histórias raras das décadas de 50 e 60. De quebra, textos muito esclarecedores e bem conduzidos por Marcelo Alencar, Celbi Vagner Pegoraro e Fernando Ventura (colecionador responsável pela garimpagem completa aos originais dos jornais). O último, junto ao sempre presente Paulo Maffia, também pesquisou e selecionou as histórias presentes na edição. Um volume para se destacar na estante. E no final de novembro, vem o volume 2, com mais raridades. Homenagem à altura.” Fonte hospedagem de site grátis

 

 

 

Etiquetado , , , , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: