Arquivo da tag: Mia Couto

FESTLIP 2013: teatro das terras de língua portuguesa

Prestigie o teatro de língua portuguesa!

Screen shot 2013-08-22 at 1.09.55 PM

Programação do FESTLIP 2013:

Screen shot 2013-08-22 at 1.02.44 PM

Screen shot 2013-08-22 at 1.02.54 PM

“O FESTLIP chega a sua 5ª. Edição em 2013 consolidando o movimento pioneiro e de âmbito internacional criado em 2008, pela atriz e produtora Tânia Pires, de intercâmbio do teatro entre os 08 países da CPLP – Comunidade dos Países da Língua Portuguesa: Brasil, Portugal, Moçambique, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Timor Leste e São Tomé e Príncipe , que envolve os 04 continentes.

Realizado pela TALU PRODUÇÕES é um iniciativa da sociedade civil, com grande importância no papel social, educacional e cultural do Brasil, país que hoje possui 80% dos falantes da nossa língua. O FESTLIP mobiliza todo o universo artístico da língua portuguesa, o que projeta e fortalece o nosso idioma, se valendo das características comuns e diversas de cada país, agregando valores às suas histórias culturais e sociais. O festival conquistou o reconhecimento mundial como um evento de grande fomento às artes cênicas, e também de formação dos atores dos países participantes, além da interação e enriquecimento do processo criativo no teatro.

O FESTLIP reúne uma programação de espetáculos internacionais distribuídos por diversos teatros da cidade do Rio de Janeiro, vitrines culturais do nosso país. Paralelamente, o evento se enriquece com exposição, palestras, debates, show musical, mostra gourmet, lançamentos literários e oficinas,oferecendo um leque completo de atividades culturais relacionadas ao tema. No final da temporada um espetáculo revelação é eleito por voto popular. Toda programação conta com ingressos populares, por compreender que o acesso ao conhecimento da cultura histórica da língua portuguesa é um patrimônio público.

O evento homenageia ainda todo ano uma personalidade que influencia o teatro da língua portuguesa. Em 2011, o FESTLIP – homenageou a Cia. de Teatro/Dança de Cabo Verde, Raiz di Polon, por sua contribuição em 20 anos de carreira. Em 2010, o festival rendeu-se ao talento de um dos maiores ícones do teatro português, a atriz Maria do Céu Guerra. Em 2009 o foi a vez do escritor e dramaturgo moçambicano, Mia Couto e em 2008, a atriz brasileira, Maria Fernanda. Nesta 5ª. Edição homenageia o renomado dramaturgo e diretor angolano, José Mena Abrantes.” Fonte: site oficial do FESTLIP

Etiquetado , , , , , , , , , ,

Mia Couto, Eduardo Galeano e o medo!

Eduardo Hughes Galeano (born September 3, 1940...

Eduardo Hughes Galeano (born September 3, 1940) is a Uruguayan journalist, writer and novelist. (Photo credit: Wikipedia)

“Os que trabalham têm medo de perder o trabalho; os que não trabalham têm medo de nunca encontrar trabalho; quando não têm medo da fome têm medo da comida; os civis têm medo dos militares;os militares têm medo da falta de armas e as armas têm medo da falta de guerras e, se calhar, acrescento agora eu, há quem tenha medo que o medo acabe.” Mia Couto cita Eduardo Galeano e completa com uma frase sua sobre o tema!

Não tenha medo e assista:

Etiquetado , , , , , ,

Terra Sonâmbula!

“Terra Sonâmbula” é a primeira longa-metragem de Teresa Prata, baseada na obra homónima de Mia Couto. O filme foi bem recebido pela crítica internacional, ganhando vários prémios importantes.
“Duas histórias separadas pela guerra e unidas por um diário. Entre a Guerra Civil e as histórias de um diário perdido, Muidinga e Tuahir são os heróis deste filme. Muidinga lê no diário, encontrado ao lado de um cadáver, a história de uma mulher que encerrada num navio procura o filho. Muidinga convence-se que é o menino procurado no diário. Vai então ao encontro da mulher, com Tuahir, um velho seco e cheio de histórias que o trata como filho. A viagem é dura: eles movem-se entre refugiados em estado de delírio. Para não enlouquecerem, têm-se um ao outro. A estrada por onde caminham, como sonâmbulos, é mágica: entende os seus desejos e move-os de um lugar a outro, não os deixando morrer enquanto eles não alcançarem o tão sonhado mar. Os dias são de fuga, dos guerrilheiros e da fome, as noites são de busca de uma história de aventuras.”

Um belo filme com uma linda trilha sonora que aborda de uma maneira diferente um assunto tão cru! Esperança e desespero lado a lado pelos caminhos percorridos. Muita sabedoria africana e uma pitada de realismo fantástico! Assistam ao filme completo abaixo!

PARTE 1 de 7
PARTE 2 de 7
PARTE 3 de 7
PARTE 4 de 7
PARTE 5 de 7
PArte 6 de 7
Parte 7 de 7
Etiquetado , , ,
%d blogueiros gostam disto: