Arquivo da tag: língua portuguesa

O português é o idioma mais musical

Mose hayward é um escritor norte-americano que viveu em Barcelona, no Brasil, em Nova York, Berlim, Tirana, Edinburgh, Belgrado, São Petersburgo e Istambul, e vive atualmente em Paris. Apesar de falar diversas línguas, prefere a utilização do português na música.

Capture d’écran 2014-01-21 à 01.21.03

Fomos gentilmente proibidos por ele de compartilhar uma linha que seja do texto dele. Então, como nosso interesse maior é informar nossos leitores, sempre a procura de artigos sobre arte e cultura dos países lusófonos, compartilharemos ainda assim o link de um artigo interessante que deveria ser mais livremente compartilhado pelo seu autor para que mais pessoas diretamente interessadas pelo assunto tivessem acesso ao artigo.
Fica a dica!
Artigo completo neste link: http://tipsypilgrim.com/portugues

Escutem nossas seleções de músicas dos países de língua portuguesa:

– PODCASTS ZARPANTE

– Leiam este artigo interessante sobre direitos autorais

– Escutem nossas seleções sonoras

Etiquetado , , , , ,

Podcast Zarpante 023 (Especial Reggae)

Os ouvintes votaram e escolheram o reggae dos países de língua portuguesa como tema para esta edição do Podcast Zarpante.

Então agora basta clicar no link abaixo ou na imagem para escutar o que preparamos para vocês:

Hommer

http://www.mixcloud.com/zarpante-lda/podcast-zarpante-023-especial-reggae/

Etiquetado , , , , , ,

Sinônimos

Um texto sobre sinônimos na língua portuguesa:

Um político que estava em plena campanha chegou a uma pequena cidade, subiu para o palanque e começou o discurso:

“Compatriotas”, “companheiros”, “amigos”! Encontramo-nos aqui, “convocados “, “reunidos” ou “juntos” para “debater”, “tratar” ou “discutir” um “tópico”, “tema” ou “assunto”, o qual me parece “transcendente”, “importante” ou de “vida ou morte”.O “tópico”, “tema” ou “assunto” que hoje nos “convoca”, “reúne” ou “junta” é a minha “postulação”, “aspiração” ou “candidatura” a Presidente da Câmara deste Município.

 De repente, uma pessoa do público pergunta:

– Ouça lá, porque é que o senhor utiliza sempre três palavras, para dizer a mesma coisa? O candidato respondeu:

– Pois veja, caro senhor: a primeira palavra é para pessoas com nível cultural muito alto, como intelectuais em geral; a segunda é para pessoas com um nível cultural médio, como o senhor e a maioria dos que  estão aqui; a terceira palavra é para pessoas que têm um nível cultural muito baixo, pelo chão, digamos, como aquele alcoólico, ali deitado na esquina.

 De imediato, o alcoólico levanta-se a cambalear e ‘atira’:

– Senhor “postulante”, “aspirante” ou “candidato”:(hic) o “fato”, “circunstância” ou “razão” pela qual me encontro num estado “etílico”, “alcoolizado” ou “mamado” (hic), não “implica”,”significa”, ou “quer dizer” que o meu nível (hic) cultural seja ”ínfimo”, “baixo” ou mesmo “rasca” (hic). E com todo a “reverência”, “estima” ou “respeito” que o senhor me merece (hic) pode ir “agrupando”, “reunindo” ou “juntando” (hic) os seus “haveres”, “coisas” ou “bagulhos” (hic) e “encaminhar-se”, “dirigir-se” ou “ir direitinho” (hic) à “leviana da sua progenitora”, à “mundana da sua mãe biológica” ou à “puta que o pariu”!

sinonimos da palavra cachaca

Sinônimos de Cachaça!

Etiquetado , , , ,

Conheçam os filmes de 2012 e participem dos de 2013

O cinema de língua portuguesa conta com o apoio de todos nossos leitores, seguidores, e de todos os verdadeiros cinéfilos que não aguentam mais ter que ver os filmes de Hollywood que tem sempre roteiros parecidos!

O Fundo de Apoio ao Cinema já ajudou muitos filmes de língua portuguesa, e agora chegou a hora de ajudarmos quem sempre trabalhou por nossa cultura!

Descubram abaixo alguns filmes contemplados pelo Fundo de Apoio ao Cinema em 2012:

Bibliografia –
10º IndieLisboa Festival Internacional de Cinema Independente ’13 (estreia nacional)

Terra – http://vimeo.com/73405601
10º IndieLisboa Festival Internacional de Cinema Independente ’13 (estreia nacional)
BFI – Festival de Cinema de Londres ’13 (estreia internacional)

Má Raça – 
http://vimeo.com/63049215
10º IndieLisboa Festival Internacional de Cinema Independente ’13 (estreia nacional)
– Prémio Pixel Bunker para Melhor Curta Metragem Portuguesa
– Prémio Novo Talento FNAC
21º Curtas Vila do Conde ‘13
4º Córtex – Festival de Curtas Metragens de Sintra ‘13
20º L’Alternativa – Festival de Cinema Independent de Barcelona ‘13 (estreia internacional)

Fotos dos três filmes contemplados em 2012:

Como podem ver, tem muito trabalho sendo feito e a ajuda de todos do público é indispensável para que possamos ajudar cada vez mais o cinema de língua portuguesa! Porque é que teriam que ser os países do norte a dar sempre o exemplo de como valorizar a cultura? Os lusófonos unidos podem muito mais do que imaginam! Venham contribuir e deixem de procrastinar!

Etiquetado , , , , , , , , , ,

Apoie o cinema de língua portuguesa!

Hoje em dia, com a presença da internet, cada vez menos pessoas pagam para ver um filme. Quem nunca assistiu a um filme baixado pela internet? A questão é que se continuarmos a fazer unicamente isso, cedo ou tarde os filmes e quem trabalha com isso, vão precisar parar por não receberem pelo que fazem.

530528_10151610960811402_1001397946_n

Nesse sentido, o cinema de língua portuguesa, ainda menos contemplado nas salas que o cinema hollywoodiano, precisa mais do que nunca da ajuda de todos os cinéfilos!

O Fundo de Apoio ao Cinema funciona como um instrumento complementar de apoio à produção de filmes portugueses ou de outros países da comunidade lusófona (CPLP), ao qual apenas se podem candidatar projectos de filmes que não obtiveram nenhum subsídio público de relevo, embora possam ter obtido outros apoios ou financiamentos.

Criado em 2011, tem vindo a consolidar a sua actuação, quer pelo aumento do número de candidaturas, quer pela adesão de novos parceiros a cada edição.

O número de candidaturas desta 3.ª edição do Fundo de Apoio ao Cinema superou o número da edição anterior. Este ano foram contabilizadas 65 candidaturas, 58 das quais foram aprovadas. A origem dos projectos é maioritariamente portuguesa, havendo 4 oriundos do Brasil e 1 de Angola.

Para saber mais sobre o projeto organizado pelo Festival de cinema Indie Lisboa, e principalmente, para contribuir, cliquem aqui!

Vejam também:

– A Internet serve para muito mais do que apenas dar “likes” e “retweets”

Etiquetado , , , , , , , , , , ,

Onde ou Aonde

Como saber qual dos dois escolher?

onde ou aonde?

Qual a formula correta?

 a) Onde está a mesa?

b) Aonde está a mesa?

 

Os advérbios interrogativos “onde” e “aonde” são frequentemente confundidos, mas a regra é simples:

 

• Onde = “em que lugar”. Indica permanência, lugar sem movimento.

• Aonde = “a que lugar”, “para que lugar”. É usado com verbos de movimento.

 

Por isso se diz:

– Onde está a Gabriela? (= em que lugar está Gabriela?)

– Aonde vais? (= a que lugar vais?) A mesma regra aplica-se em frases que não sejam interrogativas e nas quais “onde” e “aonde” terão um valor de pronome relativo.

– A Manuela está onde a viste ontem. (= no lugar em que)

– O lugar aonde vou não é para pessoas de sua idade. (= ao qual)

Por isso, o certo é:

– Onde está a mesa?

Etiquetado , , , ,

Uma playlist em homenagem aos que se foram

O Podcast Zarpante do mês de outubro vai homenagear os cantores oriundos de países de língua portuguesa, que partiram desta para uma melhor!

lu

Vejam abaixo a playlist Youtube que criamos para reunir músicas de cantores lusófonos falecidos:

Contamos com a ajuda de todos vocês para que lembremos do máximo de nomes de grandes cantores da língua portuguesa, falecidos! Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Moçambique, Timor, e claro, Brasil e Portugal!

Bana, Cesária Evora, Marku Ribas, Vadú, Dicró, Zecax, Elis Regina, Adoniran e tantos outros…

Deixem suas dicas nos comentários deste artigo por favor! Quanto mais dicas legais nos deixarem, mais completo poderá ser nosso próximo Podcast Zarpante!

Etiquetado , , , , , , , , , ,

Quadrinhos educativos

Esse cara faz quadrinhos educativos que são perfeitos para quem deseja aprender ou aperfeiçoar o português!

Fonte: Blog do Orlandeli

Veja também:

A diferença entre “Tu” e “Você” !

Etiquetado

A origem da palavra “fetiche”

Mais um legado português para o mundo!

Candido Portinari  Fetiche Obra desaparecida, estipulada em 500 mil reais.

Candido Portinari
Fetiche
Obra desaparecida, estipulada em 500 mil reais.

“Um fetiche (do francês fétiche, que por sua vez é um empréstimo do português feitiço cuja origem é o latim facticius “artificial, fictício”) é um objeto material ao qual se atribuem poderes mágicos ou sobrenaturais, positivos ou negativos. Inicialmente este conceito foi usado pelos portugueses para referir-se aos objetos empregados nos cultos religiosos dos negros da África ocidental. O termo tornou-se conhecido na Europa através do erudito francês Charles de Brosses em 1757.”

Fonte: Wikipédia

9fc8729bc856f1eaf7c3da6a3538f77a

O fetiche é uma espécie de obsessão por alguma coisa, uma situação, pessoa, ou parte da pessoa. Uma atração ou fixação incontrolável que dá origem a um prazer intenso. Nem todo fetiche está diretamente ligado à prática sexual.

“Veja-se o caso curioso das palavras feitiço e fetiche. Ambas, segundo o Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa, de Antônio Geraldo da Cunha, são provenientes do latim facticiu(m), que significa artificial, não natural. A forma portuguesa feitiço tem sua evolução natural, a partir da vocalização do c, da assimilação do a ao i, a mudança da seqüência –ciu em –ço. Já fetiche, informa-nos A.G.Cunha, é palavra francesa proveniente do português feitiço. Depois de ter contribuído, portanto, para a criação da palavra francesa fetiche, o português recorre ao francês para tomar-lhe emprestado o termo fetiche, que tem traços semânticos que a aproximam de feitiço, mas desta se diferencia por necessidade de especialização semântica.

Além do aspecto semântico e formal, há que se verificar ainda, se possível, em que século ou ano a palavra ingressou na língua. Para feitiço, por exemplo, A.G.Cunha nos informa que sua datação é do séc. XV. Já fetiche aparece registrada pela primeira vez apenas em 1873.

Verifica-se, assim, que, freqüentemente, é possível não só traçar a evolução de uma palavra, determinar-lhe a etimologia, mas também saber-lhe o trajeto cronológico. E com a história da palavra caminha também a história do homem, da sociedade.”

Fonte: A Etimologia, um estudo que encanta – Miguel Barbosa do Rosário (UFRJ e UNESA)

2qwkl7t

Vejam também:

– A poesia do Marinheiro

– Paz no Futebol 

Etiquetado , , , , ,

Tu ou você?

A diferença entre “Tu” e “Você” !

945598_575895332450203_849338042_n

A seguir, um pequeno exemplo que ilustra muito bem essa diferença:

O Diretor Geral de um banco, estava preocupado com um jovem e brilhante Diretor que, depois de ter trabalhado durante algum tempo com ele, sem parar nem para almoçar, começou a ausentar-se ao meio-dia. Então, o Diretor Geral do banco chamou um detetive e disse-lhe:

– Siga o diretor Lopes durante uma semana, no horário de almoço.
O detetive, após cumprir o que lhe havia sido pedido, voltou e informou:
– O diretor Lopes sai normalmente ao meio-dia, pega o seu carro, vai à sua casa almoçar, faz amor com a sua mulher, fuma um dos seus excelentes cubanos e regressa ao trabalho.
Responde o Diretor Geral:
– Ah, bom, antes assim. Não há nada de mal nisso.Logo em seguida o detetive pergunta:
– Desculpe. Posso tratá-lo por tu?
– Sim, claro – respondeu o Diretor, surpreendido.
– Bom, então vou repetir:- O diretor Lopes sai normalmente ao
meio-dia, pega o teu carro, vai à tua casa almoçar, faz amor com a tua
mulher, fuma um dos teus excelentes cubanos e regressa ao trabalho.A língua portuguesa é mesmo fascinante …. !!!
 

Veja também:

 

Etiquetado , , , ,
%d blogueiros gostam disto: