Arquivo da tag: financiamento

A Casa da Música merece mais que um abraço

Centenas abraçaram uma Casa da Música com futuro incerto

“Um domingo à tarde na praça da Casa da Música (CdM) não costuma ser assim: um enorme cordão humano em torno do “meteorito” de Rem Koolhaas, num protesto de centenas de pessoas (250, nas contas da PSP) contra os cortes de 30% ao financiamento público da instituição.

Figuras da política e da cultura associaram-se a cidadãos anónimos contra o corte de 30%, em vez dos 20% acertados em Abril entre o anterior secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, e a fundação, que motivou no dia 18 a demissão da administração da instituição.

“Viva a Casa da Música!”, gritava Rosa Santos, 66 anos, no cordão humano. “Querem cortar os apoios à CdM e não só à CdM: querem acabar com a cultura aqui no Norte”, disse ao PÚBLICO. Luís Moutinho foi ao protesto com o filho e receia que este corte, que significa uma redução de mais um milhão de euros a juntar aos dois já acordados com a Secretaria de Estado, ponha em causa “tudo” o que não seja espectáculos, acabando com as actividades educativas e sociais da CdM.

O director artístico da instituição diz que o corte de 30% “representaria” a impossibilidade de prosseguir a linha de qualidade na oferta da CdM — António Jorge Pacheco prefere usar o verbo no modo condicional, acreditando que o Governo recue.”

Fonte: Público

Apesar de achar esse “grande abraço” uma belíssima iniciativa, Zarpante acredita que seja muito difícil o Governo português mudar de decisão! Será necessário muito mais que um abraço para que possamos juntos ajudar realmente a CdM. E o primeiro passo será o de encontrar métodos alternativos e complementares ao financiamento público! Não me entendam mal: o abraço à CdM foi um gesto simbólico importantíssimo, mas acreditamos sinceramente que juntos possamos ir além!

Imagine se cada uma dessa pessoas tivesse contribuído com 10 Euros para ajudar a financiar a instituição da CdM? Já seriam quase 3000 Euros que poderiam estar complementando o financiamento anual da CdM e que, juntando-se à contribuição dos demais cidadãos sensibilizados do Porto, seriam uma ajuda significativa para o futuro da CdM.

Os tempos estão duros para todos, e Zarpante lamenta os cortes maciços de subvenções públicas ao setor cultural, mas, em 2013  chegou a hora de encontrarmos alternativas viáveis e de fazermos a diferença graças a pequenas participações por parte de cada um de nós: Financiamento Coletivo!  Para salvar a sala de música com uma das melhores condições acústicas da Europa, vale a pena muito mais que um abraço!  Concordam?

Essa ideia vale para qualquer pessoa física ou jurídica que precise de recursos para um projeto criativo ou social! Para começar o quanto antes a captar por meio de Zarpante, basta inscrever-se gratuitamente em nosso site!

Etiquetado , , , , , ,

Participar coletivamente

Financiamento coletivo em poucas palavras...

Financiamento colectivo em poucas palavras…

Ajude por exemplo o projecto Tarrafal – um campo em morte lenta!
É responsabilidade de todos nós não deixar a história ser esquecida!

Etiquetado , , ,

Fluminense no crowdfunding!

Como já  andamos dizendo há algum tempo, o financiamento coletivo (crowdfunding) é, mais do que nunca, uma opção segura, inovadora e eficaz de conseguir financiamento para seus projetos! São tempos difíceis, em que a solidariedade e a criatividade são essenciais para que juntos possamos ir adiante!

Um time carioca de futebol, o Fluminense, percebeu o interesse de passar pelo financiamento coletivo  e inovou, inscrevendo seu projeto em um site de financiamento coletivo brasileiro! O livro “Fluminense, 110 jogos inesquecíveis – Guerreiros desde 1902″ vai lembrar partidas e figuras marcantes da história do clube por meio de fotos e textos! O projeto foi lançado há pouco menos de dois meses pelo departamento de marketing tricolor. O financiamento coletivo  do livro sobre os 110 anos do clube já bateu o recorde brasileiro da modalidade, entre os projetos que tiveram seus objetivos alcançados. A um mês do prazo final da iniciativa, previsto para o dia 21 de julho, data do aniversário do Flu, quase R$ 165 mil reais foram arrecadados através de 1.199 doadores. Ou seja: exatos 149% da meta inicialmente traçada, de R$ 110 mil. O recorde anterior no Brasil pertencia ao projeto do documentário “Belo Monte – Anúncio de uma Guerra”, que arrecadou R$ 140 mil com 3.429 apoiadores.

O financiamento coletivo segue através do site www.comecaki.com.br/fluminense. Lá, os torcedores podem contribuir com quantias que variam de R$ 11 a R$ 11 mil em troca de recompensas como exemplares do livro, nome do colaborador na publicação e ainda convites para a festa de lançamento.

Felicitamos a iniciativa do time tricolor e incentivamos times portugueses, angolanos, etc. a nos contactar, se tiverem projetos semelhantes! Desde que o projeto trate de um assunto artístico, cultural, patrimonial, ou social, será bem-vindo em nosso site!

Claro que, depois de falar tão bem de um projeto de outro site, não vamos deixar de lembrar que nosso barco zarpa pelas águas do financiamento coletivo, e que neste momento temos dois projetos muito interessantes em nosso site, e que precisamos da ajuda de todos vocês para conseguir atingir as metas financeiras!

O primeiro projeto chega ao prazo final dentro de 8 dias e precisamos alcançar a meta financeira antes disso! Venha contribuir para o projeto Ceci n’ est pas de l’ eau ( isso não é água não)! Um projeto audiovisual sobre cachaça, que vai levar a cultura brasileira engarrafada para distintos festivais nacionais e internacionais! Já atingimos 87 por cento da captação ( 4784 Euros)! 25 pessoas (físicas e jurídicas) já fizeram suas contribuições! Venha nos ajudar e fazer parte daqueles que possibilitaram esse belo projeto e ganhe recompensas! Clique no link seguinte para conhecer o projeto e contribuir:  Ceci n’ est pas de l’ eau

O segundo projeto se chama Barreras e tem uma importância social enorme! Trata se de mostrar à sociedade, por meio de um documentário filmado durante 4 anos na prisões do estado do Rio de Janeiro, que a melhor maneira para conseguir reinserir os detentos na sociedade passa por cultura, arte e educação! Conheçam, por exemplo, um ex-detento, que hoje é engenheiro de som, graças a eventos promovidos pelo projeto Barreras nos cárceres! 73 por cento da meta atingida (10159 Euros) graças às contribuições de 23  pessoas ou entidades! Venha contribuir para criar um Brasil menos violento e desigual, e ganhe recompensas! Clique no link seguinte para ajudar o projeto: Barreras

Etiquetado , , , , , , , , , , , ,

De virar os olhinhos!

Mais uma pérola audiovisual da cultura brasileira! Novos Baianos F.C, um documentário de 1975, sobre este grupo tão carismático cujas musicas estão na boca do povo até hoje! Com direção de Solano Ribeiro, este documentário é uma visita ao sitio dos novos baianos na década de 70! Nele descobriremos a paixão que o grupo tinha pelo futebol e também um pouco do dia a dia e das canções do grupo! Prestem atenção por volta do minuto 17, naquela que talvez seja uma das primeiras gravações no Brasil explicando indiretamente o que é o financiamento coletivo!

“Na hora que a gente estava a perigo mesmo agente morou na rua… a gente resolvia o problema do dinheiro…Aquilo ali a gente fez porque não tinha outra saída : gravadora não queria… não dava certo nada, a gente aqui teve que apelar pro povo sabe qual é?” palavras dos próprios membros do grupo!

Passando por dificuldades financeiras, eles tiveram que pedir dinheiro ao povo nos semáforos para alimentar o carro deles de gasolina e  poder colocar comida na mesa! Acreditamos que cada tostão com o qual as pessoas contribuíram valeu a pena e, que com as ferramentas de hoje em dia, como por exemplo o site Zarpante, estes artistas teriam conseguido mais facilmente  esta ajuda financeira merecida! E vocês? Concordam?

Etiquetado , , ,
%d blogueiros gostam disto: