Arquivo da tag: Crowdfunding

A poesia do Marinheiro

Filipe Marinheiro é um poeta português nascido em Coimbra, 30 de Julho de 1982. Tem publicadas 2 obras poéticas pela Chiado Editora e conta com a ajuda de todos os interessados para lançar seu terceiro livro: “Noutros Rostos”.

Conheçam um pouco mais a obra do poeta logo abaixo:

Leiam agora 4 poemas que estarão no livro “Noutros Rostos”:

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Agora contamos com vocês para editar o livro completo! Acessem o link seguinte e participem: Noutros Rostos

Etiquetado , , , , , , , , , , ,

Paz no futebol

Em junho-julho de 2014 assistiremos a mais uma copa do mundo! O país anfitrião da vigésima edição do evento  será o Brasil. Com uma onda de violência cada vez mais presente no futebol brasileiro e em suas torcidas organizadas, devemos, todos juntos, fazer dos estádios, lugares de lazer que sejam  seguros!

Na Europa, racistas ignorantes jogaram uma banana sobre o jogador brasileiro Daniel Alves, que, ao comer ironicamente a banana, mostrou ao mundo que os “macacos brasileiros” são muito evoluídos e civilizados!

Já em Recife, o Santa Cruz Futebol Clube será responsabilizado pela morte do torcedor atingido por um vaso sanitário jogado das arquibancadas do estádio Arruda! Esses torcedores, que jogaram vasos sanitários, são energúmenos e não podem sequer ser comparados a macacos, pois seria um insulto não só a Daniel Alves, mas a todos nós homo sapiens.

PAzfutebol

Sem falar do caso “Fred x torcidas organizadas”, que serviu para mostrar mais uma vez que, por falta de uma verdadeira organização e de vozes ativas e unidas contra a violência, muitos torcedores perdem a noção dos limites e perseguem os jogadores,  ameaçam, etc.

O racismo e a violência têm invadido cada vez mais os campos pelo mundo afora.

Agnaldo Pereira Leão se formou em filosofia, jogou futsal e pensou muito sobre o assunto da violência no esporte que ele tanto ama. Por isso, resolveu criar um site, cujo  objetivo é focalizar em debates que vitalizem o esporte e reduzam a violência em torno do futebol. Dessa forma, o futebol torna-se mais vibrante e, graças ao site, será possível interagir com as comunidades e estruturar ações destinadas aos torcedores e às pessoas menos favorecidas que amam o esporte. O site deseja interagir com toda a comunidade em torno do futebol. Assim, os torcedores poderão, por exemplo, enviar mensagens de incentivo aos seus ídolos, comprar artigos esportivos e comercializá-los. Por outro lado, as empresas poderão comercializar suas marcas, e as ONGs (contra o racismo, contra a homofobia…) poderão interagir com as torcidas.

Saiba mais sobre este projeto e contribua para a paz no futebol no link seguinte: Projeto Zarpante Paz no Futebol!

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , ,

7 dias para que Vinicius de Moraes ressuscite no Morro da Babilônia

Você que mora no Rio de Janeiro: já foi ao Morro da Babilônia? Ainda não? Esta é sua chance de conhecer uma das mais belas vistas da cidade!

São prémios como este que esperam pelas almas (sensíveis à poesia nossa de cada dia), que contribuírem para este projeto! Uma poesia com a  cara do Vinicius de Moraes, que gostava tanto de encontrar poesia nas pequenas coisas do dia a dia.

Com alguns minutos de seu tempo e mais alguns cliques, você pode ajudar a levar os nome de Vinicius de Moraes, do Morro da Babilônia, e do realizador Rafael Gomez! São poucos cliques, mas mudam a vida de muitas pessoas. O projeto leva cultura ao morro e paralelamente, leva a cultura brasileira ao mundo! Mas para que tudo isso possa acontecer, precisamos de sua ajuda já!

Faltam somente 7 dias e o projeto pode atingir em poucas horas o valor necessário, mas para isso precisamos que todos os amantes de Vinicius, todas as almas poéticas, todos os apreciadores de cultura, companhias ou empresas (interessadas por marketing cultural a um preço acessível), todos os amigos, familiares, etc, participem de forma ativa dessa reta final! Clique aqui e faça sua parte! Contamos com cada um de vocês e agradecemos antecipadamente aos que já participaram e aos que irão se mobilizar!

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , ,

Ganhe dinheiro com sua música

Este slideshow necessita de JavaScript.

Aumente sua renda como músico:

Na situação atual de crise do mercado de discos, o crowdfunding surge como uma nova maneira para que músicos ganhem dinheiro com suas músicas em 2014! No entanto, para que suas campanhas de crowdfunding funcionem, os músicos precisam ter uma “multidão de fãs” que estejam preparados para ajudar a financiar os projetos de seus ídolos. Criar um público forte que acompanhe seu trabalho nas redes sociais, na mídia, etc, e claro, que compareça aos seus shows e divulgue seu som para outras pessoas que poderão se interessar pelo seu trabalho.

– Construa e mantenha uma verdadeira relação com seus fãs e amigos nas redes sociais.

95 % dos artistas fazem uma utilização errônea de suas listas de e-mail e de suas redes sociais: evite contactar seus fãs apenas quando tem algo para vender para eles (shows, releases, CD novo, etc.) É preciso convencer às pessoas a comprar algo, no entanto, às pessoas tem uma tendência natural de consumir e sempre preferem comprar de alguém em quem confiam e de quem gostam. Envie conteúdos como fotos, vídeos, etc para divulgar seu trabalho mas faça o espontaneamente e sem pedir sempre algo em troca.

Novos estudos indicam que às pessoas só investem dinheiro quando sentem que o artista “fez por merecer” por meio de um verdadeiro trabalho nas mídias sociais. Isso é particularmente válido para o universo da música.

Como artista, você representa uma marca: sua própria marca! Para ganhar dinheiro com sua marca você precisa ter uma linha de produtos claramente definida. Um projeto de financiamento coletivo (crowdfunding) é uma oportunidade única para lançar uma “linha de produtos” porque obriga o artista a criar diversos níveis nos quais as pessoas poderão participar e contribuir. Pois é: como Zarpante já vem dizendo faz um tempo, o crowdfunding vai muito além do que uma mera captação de fundos! Utilize-o por exemplo para lhe ajudar a criar uma linha de produtos que se adapte ao seu público!

1. O seu primeiro passo deve ser no sentido de identificar sua base de fãs  e seguidores:

Você tem uma base de fãs para a qual pode vender sua ideia?

Isso significa:

A) Uma mailing list

B) Um Blog e claro, leitores. Lembre-se de sincronizar seu blog com seu Tumblr, seu Twitter, Facebook, Stumbleupon, etc). Caso não tiver blog, e prefira delegar essa atividade a uma outra pessoa, saiba que existem diversos blogs que podem fazer isso por você contanto que você envie material de vez em quando. Este blog por exemplo tem sempre artigos sobre os artistas que Zarpante representa e também sobre artistas que atraem nossa atenção.

C) Tenha uma comunidade Facebook ativa e seguidores no Twitter

2. Canalize!

Sempre pense em maneiras para aumentar sua base de fãs e sua mailing list!

Considere que em média, somente 10% das pessoas em sua mailing list irão abrir os e-mails que você enviar: nesse sentido, tenha como objetivo um mínimo de 10 mil fãs (contabilizando todas suas redes sociais e mailing list).

Pense todo dia em pelo menos uma pessoa para adicionar em sua lista!

Qual é sua linha de produtos?

Você vende apenas shows, CDs e Mp3s?

Você tem produtos derivados?

Um fã clube / promoções mensais?

Tem algum talento especial a oferecer além de sua música?

Deixou claro às pessoas de sua mailing list que você está disponível para eventos privados , festas, casamentos, etc?

Alguma vez você já mencionou que gostaria de tocar um show na casa deles?

3. Já perguntou aos seus fãs  o que eles desejam comprar?

Faça enquetes e pergunte isso à sua base de fãs! Quem sabe eles desejem adesivos, ou camisetas relacionados ao seu projeto mas você nunca saberá disso se não perguntar.

Para Newsletters ou pesquisas online: Survey Monkey & Pop Survey

Para o Twitter: Twtpoll

No Facebook: Poll Daddy

 

4. Comunicação!

Você tem newsletters mensais atrativas, e consistentes?

Se não for o caso, passe a utilizar um serviço que lhe ajude a criar uma newsletter em que possa ter as estatísticas de quem abre suas newsletters e o que “clicam” ou não nela.

A chave é comunicar de maneira constante e regular, e estudar o que dá certo ou não.

5. Criatividade!

Seja criativo em relação ao conteúdo que compartilha em suas redes sociais!

Crie produtos, eventos, fã clubes, eventos exclusivos, e tudo que possa satisfazer seus fãs.

Você tem algum outro talento que seu público deveria descobrir?

Escreve?

Pinta?

Tira fotos?

6. Após desenvolver sua rede de maneira intensiva (mas sem comprar falsos seguidores ou “curtidas”), lance sua campanha de Crowdfunding!

Tenha um plano claramente definido antes de se lançar em uma campanha de crowdfunding: o que deseja fazer? Gravar um EP ou LP para lançar em CD ou vinil ou digital? Quer lançar um vídeo ou quer fazer um show? Precisa de fundos para comprar um novo baixo? Quer fundos para poder viajar e fazer aquela tournée lá fora? O crowdfunding pode ser aplicado a diversas partes de sua carreira mas para isso você precisa ter uma ideia bem estruturada em mente.

Estude o Crowdfunding  e entenda como alavancar sua campanha!

 

Etiquetado , , , , , ,

Mais um jornal interessado por crowdfunding

Mais um jornal português demonstra interesse pelo crowdfunding! Como não poderia deixar de ser, falou-se de Zarpante!

Vejam abaixo o parágrafo que nos diz respeito na interessante matéria do jornal Negócios:

Screen Shot 2014-02-01 at 15.30.32Screen Shot 2014-02-01 at 15.26.46

Etiquetado , , , , , , , ,

O Crowdfunding mais uma vez nas páginas do Público

Um artigo de um dos diretores de Zarpante publicado pelo Jornal Público!

Capture d’écran 2014-01-14 à 14.48.48


Crowdfunding
, um meio eficiente para diminuir o risco da produção artística e cultural

HENRIQUE MORETZSOHN DE ANDRADE

20/12/2013 – 00:30

crowdfunding (ou financiamento participativo) surge como uma ferramenta para limitar os riscos inerentes à produção.

Num mundo cada vez mais interligado e globalizado, é normal que a oferta artística e cultural seja cada vez maior e que, por consequência, a concorrência por alguns minutos de visibilidade também seja mais aguerrida.

Trata-se de ganhar a atenção do público dividido entre milhares de outros projectos. Para isso, não há segredo: talento é importante, porém o investimento é imprescindível.

Nesse sentido, a tarefa dos produtores artísticos e culturais requer um apoio financeiro crescente. Esse suporte financeiro é um risco que até hoje sempre foi da responsabilidade exclusiva do produtor e/ou do artista.

Cansados de correr esse risco e de perderem dinheiro a cada empreitada, os produtores encontraram uma “fórmula mágica” para não perderem mais as suas apostas: homogeneizar a oferta artística e cultural, utilizando massivamente os media para habituar e adaptar o público a consumir sempre as mesmas coisas.

Produzir um concerto, um livro, um filme, uma peça de teatro… requer não somente fundos como principalmente público. Ora o crowdfunding (ou financiamento participativo) surge como uma ferramenta para limitar os riscos inerentes à produção.

Ao utilizar o crowdfunding como um sistema de pré-venda, o produtor passa a ter um termómetro do interesse pelo seu projeto e, paralelamente, conquistar visibilidade, público, e apoios financeiros.

Suponhamos que um produtor queira lançar um álbum de um novo talento. Os cálculos do produtor indicam que para a gravação do disco ele vai precisar do valor X e que a partir de um certo número de discos vendidos ele começará a ter lucro.

Graças ao crowdfunding, esse produtor não precisa mais de fazer uma aposta de olhos vendados e pode utilizar a sua campanha de crowdfunding como o primeiro passo da produção que irá provar que realmente existe público para esse álbum e que por consequência valerá a pena investir neste trabalho.

Há que lembrar que o produtor estará compartilhando os riscos mas que os direitos autorais permanecerão intactos.

Produtores e artistas confirmados também encontrarão caminhos interessantes graças ao crowdfunding. Porque muito além de ser uma simples ferramenta de captação, o crowdfunding deve ser visto como uma oportunidade única para aumentar e fidelizar o seu público, estabelecendo com este uma relação mais interativa.

Seja na área do jornalismo ou da cultura, se o público hoje não deseja mais ser um consumidor passivo, utilize o crowdfunding e a Internet para que seus fãs tenham um verdadeiro papel na sua estratégia. A melhor ferramenta de marketing, de divulgação, de financiamento é o seu próprio público.

Levando em conta a forte expansão do crowdfunding, a nível mundial, plataformas de crowdfunding vêm estabelecendo parcerias estratégicas com produtores artísticos e culturais, bancos e outras entidades.

Director da Zarpante, Plataforma de Crowdfunding

Fonte: http://www.publico.pt/cultura/noticia/crowdfunding-um-meio-eficiente-para-diminuir-o-risco-da-producao-artistica-e-cultural-1616916

Etiquetado , , , , , , , , , , , , ,

Uma Morte Súbita cheia de vida

Custou mas chegou lá! Mais um projeto de crowdfunding que atinge a meta no site Zarpante!

O projeto Morte Súbita atingiu a meta de 1630 Euros que serão utilizados para a compra de materiais cênicos para a peça de teatro.Agradecemos a todos os que contribuíram para que o projeto se consolidasse, seja com aportes financeiros, ou ainda divulgando em redes sociais e na mídia. Lamentamos a falta de visão de tantas entidades e pessoas jurídicas que poderiam ter consolidado um marketing cultural positivo e financeiramente acessível se tivessem contribuído para essa peça que ainda vai dar muito o que falar.

Projeto 100% financiado

Projeto 100% financiado

Felicitamos todos os membros da Companhia 33 Ânimos pelo esforço e pela dedicação que deram à campanha de crowdfunding inscrita no site Zarpante e agradecemos pela confiança.

Finalmente, lembramos que todos os atores, diretores, às companhias, às salas de teatro, etc, que tiverem projetos para os quais precisem captar fundos, podem contar com o nosso apoio!

Etiquetado , , , , , , , , , ,

Assim chegaremos lá

15% do projeto Lamento No Morro já foram financiados!

Ultimamente, o projeto que mais tem recebido apoios no site Zarpante é o projeto Lamento no Morro! Um projeto que realmente engloba poesia, cinema, música, consciência social e muito mais! Tanta coisa que realmente, só poderia agradar! Além disso tudo, um projeto que chega no ano do centenário de um dos maiores poetas brasileiros! Saravah Vinícius de Moraes!

Capture d’écran 2013-12-08 à 01.54.31

Bem agora queremos saber: você que está lendo este artigo, já fez sua contribuição para o projeto?Está esperando o que? Junte-se ao grupo de dez pessoas que participaram e que juntas, já financiaram 15% desse belo projeto! Faça sua parte para que a cultura brasileira possa ser cada vez mais apreciada pelo resto do mundo!

O link para quem quiser saber mais sobre o projeto e contribuir é este aqui: Projeto Lamento No Morro

 

Etiquetado , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: