Arquivo da tag: artista plástico

Novos talentos!

Hoje temos o prazer de apresentar mais um parceiro nosso!

A Novos Talentos – Revista cultural de novos autores, é uma revista portuguesa distribuída no continente e nas ilhas pelo módico preço de 3,50 Euros! Uma revista suave, acessível e de fácil leitura, vocacionada para os amantes das artes e para os artistas! A publicação dá uma particular atenção aos talentos emergentes nas diversas áreas da cultura: pintura, escultura, intalação, poesia, literatura, fotografia, dança, música, teatro, cinema, realização. Por outro lado apresenta também histórias de vida de artistas consagrados, como forma de motivação para os emergentes! Contam com um grupo de artistas e profissionais colaboradores extenso: (Vitor Lages (artista plástico), Carlos Almeida (artista plástico e professor), Sónia Pessoa (jornalista e escritora), Ogayr Dorfenan (filosofo), Jorge Alves (fotógrafo), Paula Cardoso Graça (fotografia), Maria João Rodrigues (fotografia), Anna Veiga (apoio a eventos culturais) e Fernando Girão (músico, poeta e escritor). Contam também com uma  Galeria de Arte NT nas instalações da  revista.

Já promoveram cerca de 45 agentes culturais de diversas áreas e criaram parcerias com entidades como Zarpante, Fil (Feira internacional de Lisboa)…

A Novos Talentos é um projeto pioneiro pois ainda não existia nenhuma publicação  que trabalhasse no sentido de apoiar os artistas em Portugal! Desejam se expandir e levar o nome da cultura que se faz em Portugal aos quatro cantos do mundo, contando para isso com parcerias nos Estados Unidos da América, na França, na Bélgica, no Brasil, em Angola, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Leiam  abaixo um interessante texto do diretor administrativo da Revista Novos Talentos, o senhor Luís Fernando Graça!

“Quem somos?

 Ora bem… quem somos? Somos um grupo de “Kamikases” suicidas que entendeu que numa época de crise financeira, moral e cultural, devíamos fazer qualquer coisa por este país em vez de ficarmos a chorar e a culpar os outros por aquilo que nem tentámos fazer. Juntámos a vontade com o saber, uma pitada de aventura, um raminho de atrevimento, 700 gramas de coragem, cortámos o medo aos pedaços deixámos o medo em “banho maria”, levámos ao forno com um pouco de audácia e foi a gratinar. Resultado, uma revista que tem como principal objetivo, dar notoriedade aos artistas portugueses cujo trabalho e talento urge mostrar e valorizar. Novos talentos não têm obrigatoriamente de serem novos, têm é de ser talentos. Da música às artes plásticas, passando  pela fotografia, teatro, cinema, bailado, coreografia e escrita são todos os valores culturais que defenderemos bem como a produção nacional, sem paternalismos e sem o “politicamente correto” de aceitar que “tudo o que vem de fora, é bom”, muito valor se dá ao “exterior” quando nem se conhece uma milionésima parte do que se faz por cá. Iremos dentro do possível mostrar a Portugal e aos portugueses as enormes potencialidades das nossas artes e o valor real da nossa cultura, ultimamente tão  abandonada. Quem fez o Maio de 68? Foram os jovens cultos. Quem promove a mudança? Quem tem conhecimento para tal. Se não defendermos a Cultura, ninguém o fará, os políticos têm acesso a ela, mas não a usam, não têm tempo para isso, o resto da população tem problemas demais para se preocuparem com a cultura, resta-nos a nós mostrar ao mundo que a cultura não é nossa, não é deles e nem dos outros, o acesso à CULTURA É UM DIREITO DE TODOS, independentemente dos apoios e das ajudas e dos subsídios e dos padrinhos e dos afilhados e dos pseudo-cultores e dos pseudo-cultivados, a cultura tem de persistir, resistir e vencer, só um povo conhecedor e culto poderá ganhar as batalhas que se avizinham. Contamos com a vossa contribuição na aquisição a nossa revista de forma a que esta seja a primeira das muitas batalhas ganhas pela cultura neste milénio e possamos desta forma dar destaque a todos os que trabalham em prole da cultura e que não vêem a sua obra admirada por falta de espaços, vontades e sobretudo de interesses que deveriam ser suscitados pela enorme qualidade dos nossos artistas. Viva a  Arte e sempre a Arte pela Arte!”
Por nos identificarmos com o texto acima e por acreditarmos na importância de parcerias como esta, divulgamos hoje a Capa da edição do mês de abril! Comprem a Revista nas bancas portuguesas e encontrem este mês uma matéria sobre a plataforma Zarpante!

 

Etiquetado , , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: