Arquivo da tag: africanas

Unilab promove cursos sobre cultura africana!

Dica para os professores e estudantes brasileiros…

Unilab

Unilab

“Estão abertas as inscrições para os cursos de extensão “Aspectos da Cultura e História Africana” e “Cinema na África: tradição, modernidade e política” e “Cinema na África: tradição, modernidade e política”.

Realizados pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab), os cursos são destinados para estudantes e professores da rede pública de ensino. O documento das inscrições deve conter: nome completo do candidato, nome do curso, número de RG ou CPF e número de telefone para contato.

Os inscritos do curso “Aspectos da Cultura e História Africana” terão uma formação inicial sobre a diversidade das sociedades africanas, apresentando uma visão sobre o continente a partir de aspectos como a cultura, política, economia, geografia, desde o período pré-colonial até a atualidade. Já o curso “Cinema na África” apresenta um panorama da produção africana contemporânea de filmes realizados por cineastas africanos ou de outras nacionalidades que abordem questões relacionadas ao continente.”

Fonte:  Palmares. Texto de Denise Porfírio

 

Serviço:

O que: Curso “Aspectos da Cultura e História Africana”

Quando: 06, 20, 27 de outubro e 10, 17 de novembro (sábados) das 9h às 13h

Onde: Anfiteatro do Campus da Liberdade da Unilab, em Redenção – Ceará

Contato: arteecultura@unilab.edu.br com

40 vagas

 

O que: Curso “Cinema na África: tradição, modernidade e política”

Quando: 10 de outubro a 12 de novembro das 16h às 18h30

Onde: Anfiteatro do Campus da Liberdade da Unilab, em Redenção – Ceará

Contato: arteecultura@unilab.edu.br com

100 vagas

Etiquetado , , , , , , , , , , ,

Darcy ribeiro 10

Que tal começar a semana com o décimo episódio da série O Povo Brasileiro? A invenção do Brasil e de seu povo! As conquistas e seduções entre povos e essa aventura humana da qual surgiu uma ”humanidade tropical”!

Os sonhos e mitos, as artes e culturas que formaram o Brasil! ”Viver não é preciso mas sem sonhar não se vive.” Frase da cultura dos ameríndios que ao se misturar a culturas negro-africanas,foi produzindo os mitos e legados brasileiros a humanidade.

Um processo construtivo que nada teve de um mar de rosas! Cabanos, palmares e  os enfrentamentos interraciais.”Entre encontros e desencontros o que inventamos foi um pais!” De Luiz Gonzaga a Luiz Melodia passando por Lupicinio Rodrigues, são tantos os frutos que essa mestiçagem produziu!

A invenção prossegue e o mais importante nas palavras de Darcy é ”inventar o Brasil que nós queremos”! Apurando assim a forma de nossa convivência sem perder nem o fogo e nem a riqueza dos afetos e das diversidades!

Assistam abaixo o capítulo dez:

Etiquetado , , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: