Goa, Damão, Diu !

Cultura de língua portuguesa no caminho das Índias!

1-Estado Português da Índia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Estado da Índia
Estado Português da Índia
Colónia Portuguesa
Blank.png 1510 – 1961 Flag of India.svg
Flag Brasão
Bandeira Brasão
Localização de Estado da Índia

Evolução da Índia Portuguesa

Continente Ásia
Capital Nova Goa
Língua oficial Português
Governo Colónia
Chefe de Estado
 • 1511–1521 Manuel I
 • 1958-1961 Américo Thomaz
Período histórico Imperialismo
 • 1510 Fundação
 • 1961 Dissolução
Moeda Rupia da Índia Portuguesa
Escudo da Índia Portuguesa

O Estado Português da Índia, também conhecido por Estado da Índia ou Índia Portuguesa, foi o governo constituído para administrar todos os territórios dependentes de Portugal nas costas do Oceano Índico à época do Império Português. De 1505 a 1752, abrangeu todos os territórios no Índico – desde a África austral ao sudeste Asiático – com capital em Goa desde 1510, e só mais tarde se restringiu aos territórios da costa de Malabar, na Índia.

O estado da Índia foi constituído em 1505 com a nomeação do primeiro vice-rei, D.Francisco de Almeida, inicialmente estabelecido em Cochim, seis anos após a descoberta do caminho marítimo para a Índia por Vasco da Gama. Em 1510, com a expansão territorial efectuada por Afonso de Albuquerque, que conquistou Goa tornando-a a sede da presença portuguesa, recebeu nome oficial de Estado Português da Índia.

Inicialmente o rei D. Manuel I de Portugal tentou a distribuição do poder por três Governadores com áreas de jurisdição distintas, contudo o cargo foi centralizado por Afonso de Albuquerque, que se tornou plenipotenciário, e assim permaneceu. Durante dois séculos abrangeu todas as possessões portuguesas no Índico; só em 1752 Moçambique passou a dispor de governo próprio e, em 1844, o Estado Português da Índia deixou também de administrar os territórios de Macau, Solor e Timor, vendo-se assim confinado ao Malabar. Portugal detinha os direitos sobre vários enclaves na costa indiana, cuja posse datava da época dos Descobrimentos, logo após a ligação marítima ter sido estabelecida por Vasco da Gama. Entre estes territórios, incluíam-se:

e ainda:

Até à independência da Índia em 1947, contava com Goa, Damão, Diu, Nagar Haveli e Dadrá. Perdeu estes dois últimos enclaves em 1954, e por fim as três restantes praças em Dezembro de 1961, quando foram ocupadas pela União Indiana (embora Portugal só reconhecesse a ocupação após a Revolução dos Cravos, em 1974). Terminou assim, após quatro séculos e meio de domínio português, o Estado Português da Índia. Muitas vezes a Índia Portuguesa é referida como apenas Goa, já que esta foi, durante anos, a principal praça comercial.

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Goa, Damão, Diu !

  1. Marcos Limoli disse:

    O MUNDO QUE FALA PORTUGUÊS.
    Marcos Limoli { Linkedin }
    Diplomacia & Protocolo.
    República Federativa do Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: