Apoie o cinema de língua portuguesa!

Hoje em dia, com a presença da internet, cada vez menos pessoas pagam para ver um filme. Quem nunca assistiu a um filme baixado pela internet? A questão é que se continuarmos a fazer unicamente isso, cedo ou tarde os filmes e quem trabalha com isso, vão precisar parar por não receberem pelo que fazem.

530528_10151610960811402_1001397946_n

Nesse sentido, o cinema de língua portuguesa, ainda menos contemplado nas salas que o cinema hollywoodiano, precisa mais do que nunca da ajuda de todos os cinéfilos!

O Fundo de Apoio ao Cinema funciona como um instrumento complementar de apoio à produção de filmes portugueses ou de outros países da comunidade lusófona (CPLP), ao qual apenas se podem candidatar projectos de filmes que não obtiveram nenhum subsídio público de relevo, embora possam ter obtido outros apoios ou financiamentos.

Criado em 2011, tem vindo a consolidar a sua actuação, quer pelo aumento do número de candidaturas, quer pela adesão de novos parceiros a cada edição.

O número de candidaturas desta 3.ª edição do Fundo de Apoio ao Cinema superou o número da edição anterior. Este ano foram contabilizadas 65 candidaturas, 58 das quais foram aprovadas. A origem dos projectos é maioritariamente portuguesa, havendo 4 oriundos do Brasil e 1 de Angola.

Para saber mais sobre o projeto organizado pelo Festival de cinema Indie Lisboa, e principalmente, para contribuir, cliquem aqui!

Vejam também:

– A Internet serve para muito mais do que apenas dar “likes” e “retweets”

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: