A Estátua da Liberdade e o crowdfunding

Você sabia que um dos primeiros projetos de crowdfunding aconteceu em 1876?

imagesr

Muita gente tem receio do crowdfunding por ser um conceito recente. No entanto, já existia, em outros formatos, há séculos atrás. Uma das histórias mais conhecidas é a da famosa Estátua da Liberdade. presente oferecido pela França aos Estados Unidos na comemoração do seu centenário em 1876.

O que poucos sabem é que para arrecadar fundos para a construção da escultura e de seu pedestal, franceses e americanos tiveram que criar loterias e campanhas de doação, nas quais, ofereciam em troca pequenos modelos da estátua a ser construída.

Hoje em dia, o crowdfunding pode permanecer como uma noção meio vaga para muitas pessoas. Zarpante vê o crowdfunding como uma maneira de realizar ideias, projetos ou ações de pessoas ou organizações, graças aos fundos levantados por uma multidão de pessoas em ação coletiva. Projetos como o da Estátua  da Liberdade, que exigiram interactividade e união para atingir a meta.

Existem diversos tipos de crowdfunding, mas as iniciativas de maior crescimento nos últimos anos envolveram doações para projetos criativos em cultura e tecnologia com a oferta de recompensas, fossem elas produtos, serviços ou experiências. O dispositivo para iPod TikTok/LunaTik é um exemplo do crescente sucesso do crowdfunding: captou sessenta vezes mais que o custo inicial necessário para o projeto.

 Vale lembrar que no Brasil,  o Ministério da Cultura aprovou nos termos da Lei Rouanet, o projeto “O mundo precisa de poesia”, um blog dedicado à poesia através de performances em vídeo sob direção artística de Maria Bethânia, e gerou muita polemica em torno da utilização do dinheiro público, revelando a necessidade de encontrar formas alternativas de patrocínio a projetos criativos, para um melhor desenvolvimento da cultura e da economia criativa no Brasil.

É comum que empresas forneçam capital somente a projetos de artistas famosos, buscando propaganda gratuita paga por leis de incentivo fiscal. Essa, é uma das maiores críticas à Lei Rouanet. E é aí que o crowdfunding pode atuar, complementando ações governamentais de incentivo cultural.

Lembramos ainda que há um enorme abismo entre o que os projetos pretendem levantar em termos financeiros e o que eles conseguem, de fato, captar graças aos editais governamentais:

dados do Ministério da Cultura, referentes a utilização da Lei Rouanet, mostram que em 2010, incentivos de R$ 6,4 milhões foram submetidos à aprovação, dos quais R$ 4,4 milhões foram aprovados. Em contrapartida, somente R$ 714 mil foram efetivamente aplicados nos projetos aprovados, ou seja, apenas 11% do valor total apresentado e 16% do total aprovado.

A vantagem dos sites de crowdfunding:

Em relação a outras formas tradicionais de financiamento, o crowdfunding se revela mais ágil, simples, menos burocrático, além de ter um  baixo custo e um risco reduzido, e de garantir a total autonomia e preservação de 100% dos direitos autorais (morais e patrimoniais) do artista.

Divulgue directamente ao público para o qual seu projeto cultural ou criativo será direccionado, e fortaleça sua relação com seu público alvo. Dê a chance ao seu público de fazer parte do processo criativo.

Teste a aceitação de seu conceito, produto ou ideia.

O crowdfunding  é  uma realidade que já tem sua viabilidade comprovada em diversos países. É fundamental passar a  pensar sobre uma nova forma de consumo e financiamento que seja mais sustentável e inteligente.

Veja também:

– O Redentor existe graças ao crowdfunding

Anúncios

4 pensamentos sobre “A Estátua da Liberdade e o crowdfunding

  1. Interessante esta maneira de captação de recursos para obras artísticas. O que falta informar é quais são os sites de quem se dedica a este tipo de atividade…Onde buscar tal informação.

  2. […] – A Estátua da Liberdade e o crowdfunding […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: