Zarpante além do crowdfunding

Descubra músicos e artistas que já perceberam que Zarpante vai muito além do Crowdfunding!

 Fado, Samba, Hip-Hop, Dj’s, Soul, Jazz, Rock, , MBP…

Veja abaixo uma colectânea de vídeos e canções de alguns dos músicos que representamos, e conheça também a peça de teatro com a qual trabalhamos actualmente!

Estes artistas todos contam com Zarpante para encontrar datas de eventos em que possam se apresentar!

Deseja contratar um destes artistas para seu evento empresarial, seu Festival, show, etc? Contacte Zarpante no zarpante@gmail.com ou fale com Henrique Andrade no: 00 351 934 247 504. Aonde que que esteja no mundo, quem sabe possa contar com a presença de um destes artistas em sua cidade!

Quanto aos músicos e profissionais do teatro interessados por nossos serviços, basta contactar-nos pelo email  zarpante@gmail.com ou falar com Henrique Andrade no: 00 351 934 247 504, para que possamos trabalhar por vocês!

– Teatro:

  • Morreste-me

Texto de José Luís Peixoto que Sandra Barata Belo e Cátia Ribeiro adaptam ao teatro em Morreste-me. Música de António Zambujo

Morreste-me é uma declaração de amor para um pai, para uma família. Para todos os que são vítimas desta doença. O cancro.

É uma declaração de amor para os que nos deixam e para os que ainda estão connosco. Para aqueles que sabemos, que quando nos faltarem, o nosso coração ficará só a metade.

– Música:

– Fado

Ana Lains:

 É apelidada por muitos como uma das maiores intérpretes da música portuguesa nos últimos anos. Com o recente disco “Quatro caminhos” concluímos que veio pra ficar…

Clique aqui para saber mais sobre Ana Lains.

Ana Lains

– Música da Terra:

  • Sertanília:

Sertanília, Foto por Léo Monteiro

Sertanília é um grupo de Salvador (BA) que resgata a tradição sertaneja na produção de uma música universal, inspirada nas diversas manifestações culturais do sertão. Surgido em 2010 é composto por Aiace (vocais), Anderson Cunha (violão e viola) e Diogo Flórez (percussão), que hoje são acompanhados pelos músicos Mariana Marin e Raul Pitanga na percussão, João Almy no violão e Massumi no violoncelo.

Clique aqui para saber mais sobre Sertanília.

 

– Jazz

Project 4 Cats:

Projeto formado nos corredores da Escola de Música e Artes do espectáculo (ESMAE) em 2011. Trompete, piano, baixo e bateria são os instrumentos utilizados para desenvolver uma música, o Jazz, a partir de uma perspectiva pessoal.

Clique aqui para saber mais sobre Project 4 Cats.

Project 4 Cats

– Rock

  •  A BETA MOVEMENT:

 

A BETA MOVEMENT, nasce em 2008, no Porto, com Pedro Cordeiro e Secundino Oliveira os dois músicos do núcleo criativo, abertos à experimentação, expõem as composições indie de um às manipulações digitais de outro.

Clique aqui para saber mais sobre A BETA MOVEMENT.

  •  Blake Rimbaud:

 

Um poeta-cantor e três músicos, amigos que se encontram na vida e no palco sob o signo do visceral para saudar o existir, questionar os valores vigentes, bradar por justiça, liberdade, consciência e atitude.

A “Blake Rimbaud”, essa banda de poesia elétrica selvagem, é seguidora da tradição dos grandes poetas visionários, e toca pelo puro prazer de derramar sobre a sensibilidade das pessoas tonéis de poesia, usando para isso a voz e a engenharia sonora dos irmãos músicos.

Clique aqui para saber mais sobre Blake Rimbaud!

  • Edgar Scandurra:

A história de Edgard Scandurra se confunde com a história da música brasileira dos últimos 30 anos, através do rock , da música eletrônica e do underground .

Através de 3 décadas, deixou um legado de solos de guitarras, grooves, sucessos e um respeito praticamente unânime entre público, critica e artistas das mais diversas cenas musicais do Brasil.

Saiba mais sobre Scandurra!

Edgar Scandurra por Marcelo Rossi

  • Los Bife:

Letras profundas e contundentes e uma sonoridade capaz de derreter até o mais gelado dos corações: são essas características que jamais poderiam definir o Los Bife. A banda, que começou a tocar ainda em tempos de escola, tem como marca principal a auto-depreciação, misturando hardcore com música country, salsa e o que mais der na telha. Estamos falando de uma das chamadas “bandas para tocar ao vivo”: quando for a um show do Los Bife, não estranhe estar numa rodinha punk e, de repente, se encontrar dançando quadrilha.

Saiba mais sobre Los Bife.

– Samba, Soul, Swing:

  • Aleh Ferreira:

A diversidade é constante em sua carreira.

Depois de estrear em 1996 com a Banda de reggae Bantus, abrindo a tournée nacional da banda The Wailers, reeditou a Banda Black Rio, ao lado de seu parceiro Wiliam Magalhães.

Em 2002 a música “Sou do bem” foi lançada em mais de 50 países, pela compilação Brazilian Grooves do selo Putumayo.

Saiba mais sobre Aleh Ferreira!

Aleh Ferreira em Paris – Foto: Gabriel Pedramarrom

  • Marcio Local:

Iniciando seus primeiros passos fora do Brasil, carioca ganha elogios do The New York Times, tem CD lançado pelo selo de David Byrne, Luaka Bop, e execução em mais de 600 emissoras de rádio da América do Norte. E encerra o ano tendo seu ”Adventures In Samba Soul” eleito pelo jornal The Washington Times como um dos 10 melhores discos lançados nos EUA em 2009

Saiba mais sobre Marcio Local!

– Hip – Hop

  • BiruLexIcon:

Eu posso não ter nada, mas aqui há tudo que preciso”,

É o slogan da sua campanha como governador da sua vida. Frase alusiva ao planeta Terra, considerando-o, o seu jardim Ídilio.

Em 2003 decidiu ser Rapper.

Passados quase 8 anos, hoje, constata-se que ele é mais do que isso.

Rapper, MC, poeta, edutainer (educador e entertainer) e beatmaker, entre outras coisas, BiruLexIcon, também conhecido por Biru, é o que eu chamo de artista renascentista do século XXI.

BiruLexIcon = Alexandre Francisco Diaphra

– DJ’s:

  • DJ Edgar:

DJ Edgar, hoje eleito e considerado maior representante do gênero “Funk Carioca” no Planeta. Mais de 30 países.

Criador de um estilo próprio, o “Baile Funk With High Quality”. Como o próprio nome diz, o Funk Carioca (para o Mundo) com alta qualidade sonora.

Saiba mais sobre o DJ Edgar.

  • DJ MAM:

DJ MAM – Foto: Guga Millet

Após tocar para 2 milhões de pessoas no Réveillon de Copacabana, DJ MAM investe na carreira internacional do CD.

O multifacetado produtor, compositor e empresário DJ MAM não pára. Um dos maiores nomes da cena carioca, que dividiu com o Marcelinho da Lua o Prêmio Noite Rio 2012 de Melhor DJde MPB / Regional, ele ainda realizou no final do ano passado o Festival Sotaque Carregado, no qual reuniu alternadamente em cinco dias de shows, 36 artistas de 14 estados brasileiros e de cinco diferentes nacionalidades. Logo em seguida, tocou e cantou para cerca de dois milhões e trezentas mil pessoas no Palco Principal do Réveillon de Copacabana no Rio de Janeiro – o público recorde da festa.

Saiba mais sobre o DJ MAM.

– Salsa

  • Herencia de Timbiqui:

Herencia de Timbiqui

Directamente da Colômbia para o mundo!

Saiba mais sobre Herencia de Timbiqui.

 

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , , ,

3 pensamentos sobre “Zarpante além do crowdfunding

  1. […] Posteriormente, já havíamos apresentado alguns dos artistas agenciados por Zarpante. Como o tempo não para e que estamos sempre navegando pelos mares da cultura de língua portuguesa, temos hoje o prazer de apresentar alguns novos artistas presentes no portfólio Zarpante. […]

  2. […] Anteriormente, já havíamos apresentado alguns dos artistas agenciados por Zarpante. Como o tempo não para e que estamos sempre navegando pelos mares da cultura de língua portuguesa, temos hoje o prazer de apresentar alguns novos artistas presentes no portfólio Zarpante. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: