Macau: Tropas Africanas em terra de Chineses

Cronicas Macaenses

AFRICANOS EM TERRA DE CHINESES

de Luís Andrade de Sá – Revista Macau edição de Maio 1992 (Memórias de um Exército já Ausente)

Referências do império que fomos, os soldados que em Macau defendiam a Colónia eram portugueses dos quatro costados: Transmontanos, Macaenses, Chinas, Mouros e Landins. Estes últimos, os temíveis soldados moçambicanos dos quais gungunhana disse terem o maior instinto guerreiro, são hoje o paradigma de sucessivas guarnições de soldados africanos chegados a Macau: Angolanos, Guineenses, Macuas, Macondes.

Hoje (em 1992) o termo Landim quase que serve para identificar todos os batalhões indígenas que passaram por Macau.

Chegados em 1912 os Landins por cá ficariam durante cerca de cinco décadas. E apesar de todo este tempo, os chineses nunca se habituaram ao seu convívio, desconfiados que se mantiveram dos enormes negros que tocavam uma horrível batucada enquanto volteavam as zagaias com uma ostensiva ferocidade.

Como…

Ver o post original 444 mais palavras

Anúncios

2 pensamentos sobre “Macau: Tropas Africanas em terra de Chineses

  1. Maria disse:

    Gostaria que me informa-se se tem conhecimento de registo de chineses macaenses ou chineses, na Guiné Bissau.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: